powered by

Sustentabilidade é boa para o negócio e a Axalta Refinish explica o motivo

Fabien Boschetti, sales vice president da Axalta Refinish na Europa, Médio Oriente e África, explica por que razão a “sustentabilidade é boa para o negócio”.
Check-up Media Axalta sustainability

“A sustentabilidade costumava ser uma palavra da moda que aparecia em relatórios anuais e dava aos acionistas a impressão de que a empresa na qual tinham uma participação estava a fazer algo positivo”, recorda a Axalta Refinish.

Segundo o comunicado, “a sustentabilidade nem sempre estava em consonância com a estratégia da empresa. Estava algures à margem, a espreitar. Hoje, essas vicissitudes pertencem ao passado”.

E vai mais longe: “No seu lugar, existe um modelo de negócio robusto e transformador que está no centro das operações, perfeitamente alinhado com a estratégia e que garante a diferenciação do mercado. Se ainda havia dúvidas sobre a ocorrência de uma mudança, a realidade diz o contrário”, sublinha a empresa.

São vários os estudos que comprovam esta tendência, de acordo com a Axalta Refinish. “Um inquérito realizado em 2022 revelou que 59% dos executivos de alto nível de grandes empresas do mundo afirmaram que as suas organizações estavam a incorporar materiais mais sustentáveis e outros 59% declararam que as suas empresas estavam a aumentar a respetiva eficiência energética”, revela.

Um estudo da McKinsey demonstrou que “as marcas com produtos mais sustentáveis no seu portefólio têm clientes mais leais do que as marcas com ofertas menos sustentáveis”.

Mais: “Um estudo da PwC, realizado em 2022, revelou que 77% das pessoas é influenciada pelo desempenho ambiental das empresas no momento de decidirem a quem vão comprar e outro estudo constatou que os produtos comercializados como sustentáveis aumentaram 2,7 vezes mais rápido do que os que não são apresentados como sendo sustentáveis”.

Check-up Media Fabien Boschetti

Por tudo isto, “não é de surpreender que, em 2022, 96% das principais empresas do mundo reportasse sobre a sustentabilidade, incluindo a Axalta”, reforça a empresa. Fabien Boschetti, sales vice president da Axalta Refinish na Europa, Médio Oriente e África, mostra-se convicto.

“Existe uma prova concludente, como se fosse necessário, de que a sustentabilidade já não é mais uma palavra da moda amorfa e bonita que é utilizada em apresentações apenas para impressionar. É um elemento tangível, relevante e, claramente, essencial para uma estratégia empresarial de sucesso”, diz.

“Na Axalta, como fabricante de tintas mundial, sempre levamos muito a sério o nosso compromisso com a sustentabilidade. Fomos, recentemente, nomeados uma das empresas ‘mais verdes’ dos EUA em 2024 pela Newsweek. No entanto, o nosso compromisso contínuo não se fica pelos produtos sustentáveis, inovações tecnológicas, produção responsável e práticas comerciais éticas. Também, e talvez mais importante, verificamos o que podemos fazer para ajudar os nossos clientes a atingir os seus objetivos de sustentabilidade”, acrescenta.

Futuro sustentável

A Axalta Refinish tem um amplo portefólio de produtos “ecológicos e sustentáveis, ferramentas e recursos que se enquadram no lema do seu programa BELEAF, que visa capacitar os negócios dos seus clientes para um futuro melhor”, garante a empresa, no mesmo comunicado.

“Estamos firmemente empenhados nas nossas atividades para reduzir o nosso próprio impacto no ambiente, incluindo um compromisso para nos tornarmos carbonicamente neutros até 2040. Ser inteligente sobre quem somos e o que criamos está enraizado em tudo o que fazemos”, afirma Fabien Boschetti.

“Assim, 80% das novas tecnologias e inovações terá um benefício de sustentabilidade até 2030, tal como a nossa tecnologia patenteada Fast Cure Low Energy, que utiliza a temperatura e a humidade ambiente para acelerar o processo de secagem. O que é importante é que isto faz com que os clientes acreditem que uma parceria com a Axalta Refinish é uma escolha correta e sustentável”, diz.

Abrir caminho 

As oficinas na região da Europa, Médio Oriente e África (EMEA) estão a enfrentar vários desafios cada vez mais complexos, tais como melhorar o respetivo custo-eficiência, reduzir o impacto ambiental e otimizar a utilização dos seus recursos.

Check-up Media Axalta BELEAF

“A Axalta Refinish acredita que a sustentabilidade não é apenas um objetivo, mas uma responsabilidade. Consideramos que a nossa responsabilidade com os nossos clientes é oferecer soluções para estes desafios complexos através do vasto portefólio de opções sustentáveis ao abrigo do programa BELEAF”, refere ainda Fabien Boschetti.

Produtos 

A Axalta desenvolveu produtos de elevado desempenho, com a sustentabilidade no seu cerne. “O Sistema Fast Cure Low Energy, da Axalta, fornecido pelas três marcas premium Cromax, Spies Hecker e Standox, reduz as emissões e o consumo de energia – a eletricidade até 49% e o gás até 57% – e a utilização de material até 25%”, explica a empresa.

“A sua tecnologia patenteada utiliza a temperatura e a humidade ambiente para acelerar o processo de secagem. Reduz para metade os tempos de processamento sem comprometer a qualidade”, reforça.

Ferramentas 

A Axalta investiu em ferramentas avançadas e práticas sustentáveis, ao mesmo tempo que procura formas de melhorar o seu próprio desempenho ambiental.

Fabien Boschetti esclarece que “desde a otimização das ferramentas até à conceção de produtos, a inovação é o nosso parceiro na procura de sustentabilidade. Axalta Irus é um exemplo excecional. É o processo de gestão de cores digital baseado na ‘nuvem’ completo e o melhor na sua classe que lançámos em 2023. É tão fácil como digitalizar, corresponder e misturar”, frisa.

Recursos 

“A excelência para o cliente está na base do negócio da Axalta Refinish”, afirma a empresa. “Com ofertas de consultoria e formação líderes na indústria, tais como a Axalta Academy lançada recentemente e a Axalta Drivus de sucesso, oferecemos aos nossos clientes recursos para otimizarem os processos e aumentarem a eficiência todos os dias”, salienta ainda Fabien Boschetti.

Usufruir dos ganhos 

“A sustentabilidade já não é apenas um mero exercício de preenchimento de caixas. Requer empenho, tempo e dedicação, tal como a Axalta fez com o seu portefólio BELEAF. Muitas vezes, os aspetos negativos podem distrair-nos facilmente, mas existem resultados positivos das iniciativas globais que foram implementadas nos últimos anos”, diz Fabien Boschetti.

“Por exemplo, há mais de 20 cidades na Aliança das Cidades Neutras em Carbono6 cujo objetivo é reduzir as emissões de Gases com Efeito de Estufa em 80% até 2050. Desta forma, mesmo se, enquanto empresa, está a dar apenas pequenos passos para a sustentabilidade, há uma mudança positiva para um modelo de negócio melhor e mais sustentável.”, conclui.

Mais sobre a Axalta aqui.

artigos relacionados

Últimas

Atualidade

Internacional