powered by

Suitcase Car: já conhece o conceito de mala motorizada da Mazda?

Inspirada num projeto dos anos 90, a nova interpretação de mobilidade da Mazda chama-se Suitcase Car: mala motorizada (e portátil) com três rodas.

A pandemia não convida a grandes viagens. E os aeroportos nunca estiveram tão despidos como neste ano que agora termina. Mas tudo indica que, com a vacina, o mundo volte a “girar” e a viajar com alguma normalidade. E quando assim for, quantos não desejariam, nas suas deslocações pelos longos corredores dos aeroportos, dispor de um meio de transporte pessoal?

A Mazda desenvolveu uma solução a pensar nessas pessoas e situações. Inspirado num projeto dos anos 90, o Suitcase Car (termo passível de ser traduzido como mala motorizada) é uma nova forma de mobilidade de três rodas.

Como nasceu este conceito? Um grupo de sete engenheiros da unidade de testes e pesquisa de transmissões manuais da Mazda recebeu um pequeno budget para que pudesse dar vida a esta sua visão. Depois, foi lançar mãos à obra, adquirindo uma motorizada em miniatura (vulgo Pocket Bike) e a maior mala de estrutura dura que encontraram no mercado.

Os criadores aproveitaram, então, algumas peças dessa minimotorizada, nomeadamente, o seu motor a dois tempos, de 34 cm3, que foi embutido numa mala Samsonite de 57×75 cm. O resultado foi um sucesso.

O veículo demora apenas um minuto a montar: basta girar o conjunto da roda dianteira com o guiador e travões para uma posição vertical, fazendo-o sair através de uma tampa amovível da mala, encaixar no exterior as rodas traseiras, colocar o banco em cima do eixo traseiro. O pequeno motor de 1,7 cv poderia levar o Suitcase Car a atingir uma velocidade máxima de 30 km/h! Mas talvez seja excessivo para um terminal de aeroporto circular a tal velocidade.

O Suitcase Car ajudou a projetar o ADN da Mazda de diferentes modos. “Não só era um conceito divertido de conduzir, fruto do seu muito baixo centro de gravidade, semelhante ao de um kart e do próprio Mazda MX-5, como, também, canalizou o espírito inventivo daquele que foi o primeiro veículo de produção da empresa, o Mazda-Go, popular veículo de três rodas, originalmente lançado em 1931”, explica a marca japonesa em comunicado oficial.

Fruto de um peso de 32 kg, esta mala motorizada não era exatamente prática, pelo menos na perspetiva de bagagem. Mas embora a sua produção em massa nunca tivesse sido considerada, este pequeno veículo de três rodas portátil viria a merecer uma ampla cobertura mediática, servindo os propósitos da Mazda como publicidade sobre rodas.

Mas não se entusiasmem os fãs deste conceito, porque dificilmente este verá a luz do dia tão depressa. O eco e interesse, entretanto, gerados, levaram a que a Mazda construísse mais dois exemplares, destinados apenas a demonstrações nos EUA e na Europa, tendo a unidade europeia tido honras de exposição no Salão Internacional de Frankfurt de 1991, lado a lado com o Mazda 787B, vencedor de Le Mans.

Hoje, apenas o exemplar usado nos EUA ainda existirá, tendo o original “Suitcase Car” sido “destruído acidentalmente”, enquanto a réplica europeia desapareceu em “circunstâncias desconhecidas”.

Mais sobre a Mazda aqui.

Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade

artigos relacionados

Últimas

Pneus