powered by

SKF com política de tolerância zero no combate à contrafação

A propagação de produtos contrafeitos é prejudicial à economia e coloca em causa a segurança dos consumidores. A SKF tem uma política de tolerância zero no combate a este flagelo mundial.

A disseminação de artigos falsificados no negócio B2B é um problema crescente em todo o mundo. E transversal a todos os setores. Os consumidores podem até nem estar cientes de que estão a utilizar falsificações ou não estar por dentro dos riscos associados à utilização de produtos contrafeitos.

O desconhecimento sobre a qualidade e a origem de produtos, como os rolamentos, pode ser uma séria ameaça à fiabilidade do veículo ou equipamento, à saúde, bem como à segurança de trabalhadores e ao meio ambiente, permitindo que haja um aumento dos custos operacionais para além do valor de compra.

Os produtos contrafeitos são um problema mundial que se propaga rapidamente. Estilo pandemia. As falsificações existem em praticamente todos os setores de atividade. A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) estima que 3,3% de todos os produtos comercializados que cruzaram as fronteiras em 2019 eram falsificados.

Em termos económicos, equivaleu a uns impressionantes 427 mil milhões de euros (509 mil milhões de dólares americanos) em 2019. A maioria dos consumidores está ciente de que corre riscos ao adquirir produtos falsificados de marcas de luxo, como roupas, acessórios, calçados, cosméticos e eletrónica.

No entanto, nos setores automóvel e industrial, os produtos falsificados não são apenas uma dor de cabeça para os fabricantes legítimos, uma vez que podem causar danos incalculáveis ​​e ser extremamente perigosos.

Sendo este um problema crescente, a SKF tem levado o assunto muito a sério. Tanto assim é, que há mais de uma década que dispõe de uma equipa dedicada que trabalha com o objetivo de alertar para este problema.

SKF stock verification

A função da equipa passa, também, por “educar” os consumidores – e a sua própria força de trabalho – sobre o que podem eles fazer para mitigar as atividades de fornecedores sem escrúpulos, bem como apoiar a aplicação da lei na remoção de produtos SKF falsificados do mercado.

Ao utilizarem produtos falsificados sem saber, os consumidores, muitas vezes, optam por mudar de marca se ocorrer algum problema com o artigo, uma vez que depreendem que a causa está na marca, quando não é, de todo, o caso.

Além da política de tolerância zero à contrafação, a SKF dispõe de um endereço de email específico para a denúncia destes casos (genuine@skf.com) e disponibiliza a app Authenticate.

Mais sobre a SKF aqui.

Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade
Expomecanica

artigos relacionados

Últimas

Atualidade

Atualidade

Repintura