powered by

“Regresse à estrada… de forma tranquila”

Pouco mais de um ano depois de decretado o primeiro Estado de Emergência, permanecendo na memória de todos as imagens de um vazio imenso que ficam para a posterioridade, encontramo-nos numa fase de reabertura da economia e de regresso à estrada.

E se fazemos uma preparau00e7u00e3o de tudo o que precisamos para regressar u00e0 rotina, porque nu00e3o vemos como estu00e3o os pneus dos nossos veu00edculos, sobretudo os que estiveram parados em boa parte do tempo?

A falta de utilizau00e7u00e3o pode afetar vu00e1rios componentes dos nossos veu00edculos, incluindo os pneus, que acabam por perder a sua performance com o passar do tempo, mesmo parados. Muitas vezes, confiamos que os pneus estu00e3o bons e regressamos u00e0 estrada sem fazermos uma ru00e1pida e fu00e1cil verificau00e7u00e3o do seu estado.

Uns meros minutos fazem toda a diferenu00e7a para garantirmos que circulamos em seguranu00e7a nos nossos veu00edculos, sejam eles de quatro ou de duas rodas, atu00e9 porque nunca u00e9 demais recordar que o pneu u00e9 o u00fanico ponto de contacto do veu00edculo com a estrada.

O primeiro ponto que deve verificar u00e9 a pressu00e3o dos seus pneus, algo que pode ser visu00edvel a olho nu, mas que, tambu00e9m, pode verificar junto de uma oficina ou nas mu00e1quinas de self-service. Neste u00faltimo caso, tenha atenu00e7u00e3o ao du00edstico de verificau00e7u00e3o do compressor antes de usu00e1-las.

Outra situau00e7u00e3o a ter em atenu00e7u00e3o u00e9 que, caso o veu00edculo tenha ficado imobilizado sempre na mesma posiu00e7u00e3o, os pneus podem criar uma ovalizau00e7u00e3o, que se sente mais tarde como uma espu00e9cie de vibrau00e7u00e3o. Para evitar este fenu00f3meno, o ideal u00e9 a pressu00e3o ser ajustada a uma viagem com carga u2013 pode sempre verificar a pressu00e3o correta junto ao pilar da porta do condutor, por exemplo u2013 o que ajuda evitar a sua deformau00e7u00e3o.

Quando rumamos, em conjunto, para um futuro em que a mobilidade u00e9 cada vez mais sustentu00e1vel e eficaz, tambu00e9m os nossos comportamentos fazem a diferenu00e7a no que diz respeito u00e0 seguranu00e7a

Para quem tem a possibilidade de guardar o veu00edculo na garagem ou noutro espau00e7o do gu00e9nero, caso existam arcas frigoru00edficas ou outras mu00e1quinas com motores elu00e9tricos por perto, o gu00e1s libertado por esses motores vai degradar as borrachas dos pneus, frisos das portas e das janelas.

Caso tal aconteu00e7a, consegue comprovar, facilmente, quando os pneus ficam ressequidos na parede lateral. Assim, as viaturas que estejam muito tempo paradas em garagens su00e3o alvo de uma deteriorau00e7u00e3o mais acelerada da borracha dos pneus.

Como vu00ea, su00e3o pormenores que podem fazer toda a diferenu00e7a na hora de retomar a sua rotina na estrada, que ajudam a garantir a seguranu00e7a de quem conduz e quem o acompanha numa viagem.

Quando rumamos, em conjunto, para um futuro em que a mobilidade u00e9 cada vez mais sustentu00e1vel e eficaz, tambu00e9m os nossos comportamentos fazem a diferenu00e7a no que diz respeito u00e0 seguranu00e7a.

O tempo de leitura deste texto, entre cinco e seis minutos, seru00e1 o tempo que iru00e1 investir em verificar os pontos que foram referidos acima. Como viu, bastam poucos minutos para que du00ea inu00edcio a mais uma viagem e com um espu00edrito mais tranquilo.

Secu00e7u00e3o patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade

artigos relacionados

Últimas

Ligeiros

Internacional

Internacional