powered by

OSRAM tem solução para “LiDAR” com a visibilidade dos veículos autónomos

Nova geração de lasers infravermelhos do fabricante especialista em iluminação, com design especial do chip para LiDAR, prometem visão clara para veículos autónomos.

A OSRAM acaba de anunciar uma solução inovadora para “LiDAR” com a questão da visibilidade dos veículos autónomos. Mas comecemos por explicar que “LiDAR” é uma tecnologia-chave no desenvolvimento dos veículos sem condutor. Em combinação com sistemas de radar e câmaras, atua como a visão da viatura, captando o ambiente envolvente e arredores.

LiDAR, de resto, é a abreviatura de Light Detection and Ranging. Um sistema que recorre à luz infravermelha para criar um mapa tridimensional preciso do ambiente. “Quanto melhor for essa informação visual, mais fácil será para os sistemas downstream usá-la”, explica a OSRAM em comunicado.

Que acrescenta: “Até agora, os lasers infravermelhos utilizados para esse fim apresentam desvios na estabilidade do comprimento de onda de até 40 nanómetros à medida que a temperatura no componente aumenta. Como resultado, a ‘visão’ do sistema LiDAR fica um pouco turva”.

O novo design especial do chip da OSRAM, agora, reduz a mudança do comprimento de onda para apenas 10 nanómetros, permitindo imagens muito mais claras e nítidas do ambiente envolvente.

Sabia que…

a OSRAM é uma empresa líder global de alta tecnologia que tem uma história de mais de 110 anos? E que estando focada, principalmente, em tecnologias baseadas em semicondutores, os seus produtos são utilizados em aplicações altamente diversificadas, desde realidade virtual até condução autónoma e de smartphones a soluções de iluminação inteligentes e conectadas em prédios e cidades?

“Graças ao design do chip recentemente desenvolvido, os lasers emissores podem corresponder (e até mesmo exceder) a estabilidade do comprimento de onda dos VCSELs em temperaturas de funcionamento de até 125°C, típicas para aplicações em automóveis”, esclarece a empresa.

Este marco tecnológico no desenvolvimento de lasers infravermelhos permite a utilização de um filtro de comprimento de onda muito menor no detetor – o que melhora, significativamente, a relação entre sinal e ruído.

“Este avanço tecnológico já foi demonstrado em componentes com ‘junções triplas’, por exemplo, três superfícies emissoras de luz empilhadas umas em cima das outras. No futuro, será utilizado em todos os lasers infravermelhos da OSRAM e oferecerá enormes vantagens aos fabricantes de sistemas LiDAR”, conclui a mesma fonte.

Mais sobre a OSRAM aqui.

Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade
Euromais peças e pneusSoc. Coercial C. Santosexpomecanica_300x150SKFMewaliquimoly_300x150_m

artigos relacionados

Últimas

Pneus

Ligeiros

Internacional