powered by

OPCO lança versão portuguesa do manual de requisitos da indústria automóvel alemã

Nova edição substituirá a versão de 2016 elaborada e editada pelo Centro de Gestão da Qualidade (QMC), da Associação da Indústria Automóvel Alemã (VDA).

No final deste mês setembro, estará disponível a norma VDA 6.3:2023, exclusivamente traduzida para português pela OPCO, empresa que presta serviços de consultora, formação e auditoria ao setor automóvel, dispondo de mais de 15 anos de experiência.

A nova edição vai substituir a versão de 2016 elaborada e editada pelo Centro de Gestão da Qualidade (QMC), da Associação da Indústria Automóvel Alemã (VDA). Segundo Pedro Silva, diretor-geral da OPCO, traz novidades importantes.

“Posso dar três exemplos que espelham bem as mudanças pelas quais a indústria automóvel passa e que tornaram necessária a revisão da norma VDA 6.3, apesar de a ISO 9001 ter decidido não rever a sua edição de 2015”, começa por explicar.

“Ainda bem que a VDA QMC tomou a iniciativa. A nova versão dá muito mais ênfase ao software, seja a nível do desenvolvimento do software que temos hoje nos nossos carros, seja a nível da gestão das alterações desse software e das implicações que isso tem, também, a nível de gestão da produção”, acrescenta.

O segundo exemplo que o engenheiro automóvel aponta é a inclusão de vários requisitos relativos aos fornecedores das cadeias de fornecimento. O terceiro?  A integração de regras para a realização de auditorias remotas ou híbridas.

Como parceira licenciada da VDA em Portugal desde 2008, a OPCO tem a exclusividade da tradução e venda dos manuais em português. “A nossa tradução é revista e validada pela própria VDA QMC”, sublinha Pedro Silva.

A norma VDA 6.3:2023 é já o sexto manual que a OPCO traduz. Foi em 2016 que a empresa sediada em Azeitão conseguiu convencer a VDA que a edição brasileira não era a mais adequada para o mercado português, devido à diferença na terminologia.

Check-up Media Pedro Silva OPCO

“Quem está por dentro deste mundo das normas da qualidade, sabe que existem termos e definições completamente diferentes entre Portugal e o Brasil. Já traduzíamos os materiais de formação. Havia, portanto, um histórico a nosso favor”, revela. De acordo com o diretor-geral, foi uma conquista importante: “Afirmamos, também, o país e a nossa língua no setor automóvel mundial”, enfatiza.

A própria OPCO beneficia da sua nova edição para além da reputação no mercado e perante a VDA QMC, como explica o diretor-geral: “O conhecimento que se obtém ao traduzir o manual, o detalhe que se ganha, o conhecimento das várias ligações entre pontos distintos no manual… Tudo isto é uma grande vantagem nas formações e nas auditorias que realizamos”.

A tiragem da norma VDA 6.3:2023 em português é de 1.000 exemplares. A OPCO, que qualifica mais de 1.200 profissionais por ano, vai entregar dois exemplares gratuitamente às empresas em que realiza formações e fará chegar um exemplar a cada participante de formação individual. Os restantes livros disponibilizá-los-á diretamente “pelo mesmo preço da VDA QMC”. A garantia é dada pelo próprio Pedro Silva.

Mais sobre a OPCO aqui.

logotipo Liqui MolyAD Parts m-recCheck-up Media aserAuto m-rec
champion 300 x 150TRW m_recm-rec RPL Clima
Logo Mewa newKYB M-RecDayco

artigos relacionados

Últimas

Pesados

Repintura