powered by

“O futuro não será feito de rotina”

Estamos a viver uma pandemia… Esta é a frase mais ouvida diariamente e que, infelizmente, ninguém conhece o seu fim! Mas, na verdade, nem tudo é mau.

Esta realidade fez de 2020 o ano u201cDigitalu201d, obrigando quem nu00e3o era familiarizado com estas tecnologias, a comeu00e7ar a viver com elas. E quem ju00e1 vinha a desenvolver alguma coisa no u201cDigitalu201d, a acelerar a fundo nos seus projetos!

Com isso, alteru00e1mos todos os nossos comportamentos, porque, na verdade, u00e9 disso que se trata. Hoje, quem nu00e3o comprava online, ju00e1 se sente u00e0-vontade nessas compras de todo o tipo. E quem adorava as reuniu00f5es presenciais, consegue, hoje, ter bons resultados nas reuniu00f5es online nas diferentes plataformas, denotando uma incru00edvel descontrau00e7u00e3o e assumindo ju00e1 que, no futuro, dificilmente deixaru00e1 esta pru00e1tica.

Assim, vendo o lado bom da vida, esta pandemia conseguiu espevitar-nos e obrigar-nos a evoluir a velocidades estonteantes, que jamais aconteceriam se nos mantivu00e9ssemos na boa rotina. Todos estamos cientes que o futuro nu00e3o seru00e1 feito de rotina, mas sim de desafios e grandes obstu00e1culos. Este covid-19 veio dar-nos a mu00e3o e os primeiros ensinamentos para esse futuro…

Hoje, passado quase um ano, todos nu00f3s mudu00e1mos os nossos hu00e1bitos, desde o mais pequeno gesto de lavar as mu00e3os ao modo como gerimos o nosso negu00f3cio ou mesmo a maneira como encaramos a vida, dando-lhe muito mais valor!!!

Estou certo de que o aftermarket independente em Portugal sairu00e1 reforu00e7ado desta pandemia e que todos nu00f3s iremos ter orgulho das aptidu00f5es e capacidades demonstradas ao longo desta crise tu00e3o difu00edcil para todos. Como tal, temos de nos unir e salvaguardar o nosso setor neste peru00edodo

O teletrabalho que, de inu00edcio, parecia fantu00e1stico, hoje ju00e1 comeu00e7a a cansar e todos os que estu00e3o fechados em casa, ju00e1 estu00e3o desejosos de sair, de se divertir, de passear ou mesmo de ir trabalhar para a empresa, nem que seja apenas em alguns dias da semana.

Como mudaram os comportamentos, as mentalidades, a maneira de ver a vida e, essencialmente, a vontade de apreciar tudo o que nos rodeia. No nosso setor do IAM, u00e9 notu00f3ria a evoluu00e7u00e3o das empresas no seu rigor de gestu00e3o, na capacidade de alterar estratu00e9gias, na flexibilidade de atuau00e7u00e3o, enfim, na inteligu00eancia de enfrentar os mais difu00edceis desafios.

Por isso, estou certo de que o aftermarket independente em Portugal sairu00e1 reforu00e7ado desta pandemia e todos nu00f3s iremos ter orgulho das aptidu00f5es e capacidades demonstradas ao longo desta crise tu00e3o difu00edcil para todos.

Como tal, temos de nos unir e salvaguardar o nosso setor neste peru00edodo em que os volumes de negu00f3cio nu00e3o iru00e3o ser, certamente, os melhores, que as boas pru00e1ticas que todos nu00f3s bem conhecemos se manteru00e3o e que as rentabilidades dos diferentes negu00f3cios nu00e3o seru00e3o degradadas, para, assim, proteger a sau00fade financeira de todas as empresas do IAM em Portugal.

Tenho muito orgulho em trabalhar neste setor e estou certo de que todos iremos passar por esta crise que se tem mostrado tu00e3o desafiadora. E que esta pandemia, garantidamente, tambu00e9m nos ajudaru00e1 a enfrentar os reptos de um futuro diferente, que seru00e1 cheio de oportunidades para quem tenha apetu00eancia para a mudanu00e7a num mundo moderno.

Secu00e7u00e3o patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade

artigos relacionados

Últimas

Ligeiros

Internacional

Internacional