powered by

“Está a pensar montar um negócio? Tem dúvidas? Então leia isto!”

De acordo com a empresa alemã Statista, em Portugal 27% das organizações não sobrevive ao primeiro ano de atividade, 56% aos primeiros três anos e 73% aos primeiros cinco anos, números que estão entre 10% e 14% acima da média europeia!

Muitas empresas su00e3o criadas por uma forte vontade de independu00eancia, uma necessidade de sobrevivu00eancia ou por uma ambiu00e7u00e3o de sucesso do negu00f3cio vizinho, nu00e3o existindo um verdadeiro propu00f3sito para a existu00eancia do novo projeto. Acresce ainda o facto de muitos negu00f3cios arrancarem sem capital, pois, desde 2011, que u00e9 possu00edvel criar uma sociedade por quotas ou unipessoal com valor mu00ednimo de u20ac1, entrando a empresa em falu00eancia tu00e9cnica no dia da escritura com capitais pru00f3prios negativos, porque os custos da escritura e registos su00e3o superiores ao capital social!

Uma simplificau00e7u00e3o que pode induzir em erro o futuro empreendedor que, em muitos casos, acaba por se financiar no cru00e9dito dos fornecedores sem ter acautelado as necessidades de tesouraria para os primeiros meses. u00c9 frequente, quando pensamos ter uma boa ideia e queremos perceber se a mesma u00e9 viu00e1vel, utilizarmos os Planos de Negu00f3cio tradicionais, em folhas de cu00e1lculo complexas e documentos com muitas pu00e1ginas que, no atual meio envolvente, com tantas mudanu00e7as e ru00e1pidas, com dados desconhecidos, ju00e1 nu00e3o fazem sentido. u00c9 necessu00e1ria uma nova forma de entender o Modelo de Negu00f3cio, u00e1gil e flexu00edvel.

Um empreendedor necessita de reunir tru00eas caracteru00edsticas: ser um bom tu00e9cnico que compreende o seu negu00f3cio, ser um bom gestor conduzindo a sua empresa u00e0 criau00e7u00e3o de riqueza e ser um visionu00e1rio que lhe permita ver as oportunidades de mercado e onde se vai diferenciar.

Quando pensamos, hoje, em montar um negu00f3cio, devemos comeu00e7ar exatamente por uma visu00e3o que criamos para resolver algo que ainda nu00e3o estu00e1 resolvido ou criar uma diferenciau00e7u00e3o com um claro benefu00edcio para os seus clientes. Mesmo um negu00f3cio tradicional estu00e1 obrigado a inovar, a melhorar o seu produto e serviu00e7o para crescer de forma sustentada, caso contru00e1rio morre!

Hoje, u00e9 fundamental desenhar o Modelo de Negu00f3cio! O Plano de Negu00f3cio diz-nos qual o resultado do negu00f3cio e o retorno do investimento. O Modelo de Negu00f3cio du00e1-nos a estratu00e9gia, du00e1 o u201ccomo!u201d, descreve como uma organizau00e7u00e3o cria, entrega e captura VALOR.

Se tem uma ideia e nu00e3o sabe como dar o primeiro passo, esqueu00e7a o Plano de Negu00f3cio, porque ele nu00e3o lhe diz como reagir ao contacto com o mercado. Desenhe um Modelo de Negu00f3cio, que u00e9 mais u00e1gil e permite executar imediatamente! Muitas empresas nasceram de boas ideias desenhadas num guardanapo de papel u00e0 mesa de um restaurante.

Quando pensamos, hoje, em montar um negu00f3cio, devemos comeu00e7ar por uma visu00e3o que criamos para resolver algo que ainda nu00e3o estu00e1 resolvido ou criar uma diferenciau00e7u00e3o com um claro benefu00edcio para os clientes. u00c9 nos anos de crise que se criam as melhores empresas, porque su00e3o pensadas em climas adversos e crescem com a economia na retoma, quando dotadas de um propu00f3sito e visu00e3o

O conceito do Business Model Generation, de Yves Peigner e Alexander Osterwalder, u00e9 um manual para visionu00e1rios, game changers, e desafiadores, que responde, de forma fu00e1cil e ru00e1pida, aos desafios atuais. O Modelo de Negu00f3cio u00e9 desenhado por nove blocos em apenas uma folha de papel, que nos permite, de forma fu00e1cil, perceber como estes blocos se encaixam e se relacionam. Este u00e9 um modelo ru00e1pido e pru00e1tico para explicar porque u00e9 que o meu negu00f3cio faz sentido e funciona.

Em muitos casos, o empreendedor ju00e1 tinha a sua pesquisa, a sua ideia, mas, com este modelo, consegue colocu00e1-la de forma visual num papel, ficando muito mais claro qual u00e9 o seu mercado, qual a sua proposta de valor ao cliente, como vai distribuir o produto ou serviu00e7o, qual o canal que vai utilizar, qual a relau00e7u00e3o com o cliente, como u00e9 que vai entrar dinheiro e como vai ganhar dinheiro com este negu00f3cio.

Nunca os empreendedores e designers tiveram tanto em comum: um bom desenho que vai ajudar a criar bons modelos de negu00f3cios. Empreendedores praticam design todos os dias sem perceber. Planeiam organizau00e7u00f5es, estratu00e9gias, processos, tendo em conta todo o meio envolvente com impacto no seu negu00f3cio, muitas vezes com poucos dados. Uma das ferramentas de design que pode alavancar os seus resultados u00e9 o Canvas do Business Model Generation e outra u00e9 o Canvas da Proposta de Valor.

Olhe para aquele caso especu00edfico que pretende satisfazer, identifique quais su00e3o as tarefas que o seu cliente precisa de executar e, logo de seguida, observe quais su00e3o as dores que o incomoda e, finalmente, identifique o que o seu cliente pretende ganhar ao executar determinada tarefa.

Depois de observar o seu cliente, olhe para o seu produto e serviu00e7o e perceba se ele u00e9 capaz de executar a tarefa solicitada, descubra se a sua proposta de valor consegue eliminar as dores que o seu cliente enfrenta e perceba, tambu00e9m, se os ganhos esperados pelo seu cliente vu00e3o ser entregues pelos seus produtos ou serviu00e7os.

Se pretende explicar a sua nova ideia de negu00f3cio, utilize estas pru00e1ticas completamente visuais. u00c9 nos anos de crise que se criam as melhores empresas, porque su00e3o pensadas em climas adversos e crescem com a economia na retoma, quando dotadas de um propu00f3sito e visu00e3o.

Secu00e7u00e3o patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade

artigos relacionados

Últimas

Atualidade

Internacional