powered by

Bridgestone com fornecimento de eletricidade a partir de fontes 100% renováveis

A empresa líder global em mobilidade sustentável e soluções avançadas anunciou que 100% da eletricidade consumida nas suas localizações europeias tem origem em fontes renováveis.

A Bridgestone, líder global no fornecimento de mobilidade sustentável e soluções avançadas, anunciou que todas as suas fábricas europeias de pneus (Centro Europeu de I&D e Centro de Testes em Roma, Itália; fábrica PCT em Lanklaar, Bélgica; fábrica têxtil em Usansolo, Espanha; sede da Bridgestone EMIA em Bruxelas, Bélgica) contam, agora, com fornecimento de eletricidade a partir de fontes 100% renováveis.

“Este anúncio representa um grande progresso na ambição da empresa em reduzir o impacto ambiental das suas operações: a Bridgestone Corporation está comprometida com o Acordo de Paris e com a neutralidade carbónica até 2050”, pode ler-se no comunicado.

Que acrescenta: “A Bridgestone, que anunciou, em março de 2020, que 90% da eletricidade consumida nas suas fábricas tinha origem em recursos renováveis, tem investido para reduzir as emissões de CO2 em todo o ciclo de vida dos seus produtos e em toda a cadeia de valor”.

Sabia que…

a Bridgestone e a Endesa, através da Endesa X, assinaram um acordo para um projeto de energia solar, que tornar-se-á numa das instalações de autoconsumo mais relevantes de Espanha, fruto de um investimento superior a cinco milhões de euros e área total de painéis de mais de 40.000 m2?

Sobre este anúncio, Emilio Tiberio, CTO & COO da Bridgestone EMIA, afirmou que “reduzir as nossas emissões de CO2 é um pilar fundamental da nossa visão de sustentabilidade a longo prazo, razão pela qual não posso enfatizar suficientemente a importância deste marco”.

De acordo com o responsável, “é inspirador ver o quão longe chegámos num capítulo relativamente curto da longa história da Bridgestone. 100% foi a meta traçada há muito tempo, mas temos bastante mais para alcançar na redução de emissões e noutras áreas semelhantes. Vamos utilizar esta conquista como inspiração para continuarmos a entregar, uma vez mais, o nosso valor”.

E como as boas notícias, por vezes, vêm aos pares, refira-se que a Bridgestone e a Endesa, através da subsidiária Endesa X, assinaram um acordo para o arranque de um projeto de energia solar, que tornar-se-á numa das instalações de autoconsumo mais relevantes de Espanha.

“Reduzir as emissões de CO2 é um pilar fundamental da nossa visão de sustentabilidade a longo prazo, razão pela qual não posso enfatizar suficientemente a importância deste marco. É inspirador ver o quão longe chegámos num capítulo relativamente curto da longa história da Bridgestone”
Emilio Tiberio Bridgestone
Emilio Tiberio
CTO & COO da Bridgestone EMIA

A Bridgestone terá uma instalação de energia solar no último piso de 9,2 MW na sua fábrica de Burgos (uma das três que tem em Espanha e uma das 10 que dispõe na Europa). A Endesa X ficará encarregada de instalar mais de 20.500 painéis solares na cobertura da fábrica.

Este projeto envolve um investimento superior a cinco milhões de euros e terá uma área total de painéis de mais de 40.000m2, o equivalente a mais de cinco campos de futebol, representando cerca de um terço da área total da fábrica.

A instalação começará nos próximos meses e deverá estar operacional no final do primeiro semestre de 2022. A fábrica de Burgos servirá de referência para as restantes unidades de produção que estudam instalações semelhantes no futuro, como parte da estratégia de sustentabilidade do Grupo Bridgestone, que tem como objetivo atingir a neutralidade carbónica até 2050 e reduzir as suas emissões de CO2 em 50% até 2030.

Mais sobre a Bridgestone aqui.

Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade
Euromais peças e pneusAcuride_300x150Checkup ClubLaunch by GteamMomo ItalyGteam Goncalteam

Últimas

Atualidade

Internacional