powered by

Brembo rejuvenesce Suzuki Hayabusa com pinça Stylema 108

Uns chamam-lhe coincidência, outros dizem que é o destino. Separadas à nascença, Suzuki e Brembo voltaram a encontrar-se. E não foi obra do acaso. O motivo chama-se Stylema 108.

A mais recente demonstração tangível da parceria entre as duas marcas é a terceira geração da Suzuki Hayabusa, uma das motos mais lendárias de todos os tempos. As inúmeras inovações tecnológicas e de design de que foi alvo esta nova versão (começando no motor, com uma faixa de potência mais linear a baixas e médias velocidades) incluem a pinça de travagem dianteira Brembo Stylema de 108 mm.

Comparada com a pinça Brembo M4 32 utilizada na anterior geração da Hayabusa, produzida a partir de 2013, a evolução foi grande: a pinça Stylema destaca-se pelo seu design compacto e leve, por dispor de ventilação aumentada e por exibir uma forma mais escultural. Em termos de desempenho, anuncia ser imbatível em travagem.

Quando foi lançada no mercado, em 1999, a Hayabusa era considerada a moto de estrada mais rápida do mundo. A sua velocidade máxima (312 km/h) era atingida graças a um motor de quatro cilindros em linha, com 1.299 cc, mas, também, pelo seu perfil aerodinâmico perfeito, que reduzia ao mínimo a resistência ao ar.

Foi precisamente nesse ano, no Mundial de 500 cc, que as motos da Suzuki seriam as primeiras a usar as pinças radiais concebidas e fabricadas pela Brembo. Uma solução aparentemente impossível, fruto, também, da dificuldade em integrá-las nas forquilhas utilizadas ​​na competição de motos da altura.

Naquela época, as pinças radiais da Brembo tinham uma distância central de 108 mm, uma vez que esta medida era considerada a melhor para garantir rigidez e solidez. Ao longo dos anos, as pinças radiais da Brembo tornaram-se frequentes nas categorias de 500-MotoGP para baixo, sobretudo junto de quem procurava grande sensibilidade de travagem e performance incomparável.

Brembo caliper Hayabusa

A passagem das pinças de competição para a produção em série com o intuito de equipar as motos de estrada foi um pequeno passo. Os engenheiros da Brembo optaram por uma pinça menor, de modo a que a distância ao centro fosse, também, reduzida para 100 mm. Desde então, esta tornou-se na medida standard das pinças radiais de motos de estrada europeias.

Por outro lado, no Japão, o desejo de manter esse vínculo entre as motos supersport para utilização em estrada e as destinadas à competição levou a manter a distância central de 108 mm, que se tornou, portanto, na referência fixa para quase todas as versões desportivas japonesas.

Quando a Brembo lançou a pinça Stylema, no final de 2017, fê-lo com uma distância central de 100 mm para os fabricantes europeus, tendo, mais tarde, desenvolvido uma versão de 108 mm especificamente para a Hayabusa, a primeira moto do mundo a utilizar a Stylema de 108 mm.

Brembo Stylema 108

E mesmo tendo tal ocorrido de forma meramente ocasional, parece que as duas empresas fecharam o círculo desde 1999, quando a Suzuki lançou a primeira geração da Hayabusa e a Brembo a primeira pinça radial.

A Stylema de 108 mm utiliza pistões com 30 mm diâmetro, de modo a reduzir ainda mais o peso (em 9%) face à pinça da anterior geração. A menor quantidade de fluido de travões no circuito hidráulico, juntamente com a maior rigidez do corpo da pinça, traduz-se num curso de alavanca mais curto, permitindo melhor controlo de travagem, o que, por sua vez, se traduz em maior segurança.

Menos pernos inferiores e parafusos de fixação mais curtos. Sem esquecer a ventilação superior, graças às áreas mais livres em redor dos pistões e à abertura na ponte central, que ajuda o ar a fluir.

Resultado? Redução de 10% na temperatura do fluido de travões, fazendo com que estes não atinjam o ponto de ebulição. Ao evitar-se a formação de vapor que torna a alavanca esponjosa, a eficiência de travagem não é afetada. E como os olhos também comem, a pinça Stylema de 108 mm tem um acabamento de alumínio fundido preto oxidado com logótipo Brembo fresado de cor prata.


Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade
WRX WolfMF Pinto Import. export peças, S.A.liquimoly_300x150_mRPL climaMerpeçasChampion Lubricants

artigos relacionados

Últimas

Atualidade

Atualidade

Repintura