powered by

BASF Coatings realiza simulações de CO2 e de custos em oficinas

A ferramenta GLASS, da BASF Coatings, promete uma forte otimização do custo, desempenho e pegada ecológica nas oficinas de repintura automóvel.
Check-up Media BASF GLASS

Reduzir a pegada ecológica rumo à neutralidade de CO2 é um objetivo significativo para muitas indústrias e cadeias de valor, incluindo os processos de revestimento e pré-tratamento da indústria automóvel.

“Através da ferramenta GLASS, a Divisão de Revestimentos da BASF oferece uma abordagem de análise que permite transparência e apoia os clientes na tomada de decisões informadas para soluções de superfícies sustentáveis”, avança a empresa, em comunicado.

“GLASS significa Avaliação Global do Ciclo de Vida de Soluções de Superfícies Automóveis. Refere-se ao cálculo e identificação de impactos ambientais como emissões de CO2 e custos associados. A análise segue a abordagem do ‘berço à sepultura’, abrangendo toda a cadeia de valor, desde a extração da matéria-prima, passando pelo pré-tratamento, até ao verniz como etapa final do processo de revestimento”, explica.

“A partir desta transparência, os clientes podem obter otimizações de custos, desempenho e pegada ecológica. A ferramenta GLASS foi testada por terceiros independentes e cumpre os componentes relevantes de acordo com DIN EN ISO 14040 e 14044”, esclarece a mesma fonte.

Transparência na pegada de carbono

“Um revestimento com as suas diversas camadas de tinta contribui com, aproximadamente, 30 kg de CO2 por veículo fabricado. No entanto, o processo de aplicação real tem um impacto muito maior, contabilizando, pelo menos, 150 kg de CO2 por veículo, o que representa, aproximadamente, um terço da produção de veículos”, explica Sabrina Platzek, vice-presidente de marketing global de revestimentos OEM automóveis.

“Portanto, além da pegada de carbono do produto do revestimento, é importante tornar transparente a pegada do processo de revestimento na oficina de repintura – bem como a energia consumida e custos relacionados. Somente com dados abrangentes e simulação é possível obter medidas impactantes. É exatamente isso que podemos alcançar para os nossos clientes com a GLASS e isso fornece uma visão excecional para a indústria”, acrescenta.

Check-up Media BASF GLASS distance

A ferramenta GLASS é baseada num modelo adaptado de análise de ciclo de vida. Não considera apenas aspetos individuais do processo de aplicação de tinta, como fornos específicos ou sistemas de revestimento, mas, também, permite que a BASF Coatings e o cliente analisem os impactos ambientais de todos os componentes essenciais durante todo o processo de aplicação e em todas as camadas em uma abordagem modular.

“Fatores regionais e específicos do local, como condições climatéricas locais, uso de energia e processos de aplicação ou estruturas de produção específicos do cliente, também são considerados. A estrutura modular do modelo permite a consideração e análise de aspetos específicos de interesse ou de toda a linha de pintura”, reforça a empresa.

Sustentabilidade no centro

“Uma vez estabelecida a transparência, podemos fornecer aconselhamento direcionado aos nossos clientes e desenvolver soluções em conjunto. Estas podem ser tecnologias de redução de CO2 no início da cadeia de valor ou soluções que tenham um efeito de redução de CO2 quando aplicadas”, dizTim Banik, especialista em Avaliação de Ciclo de Vida na BASF Coatings e mentor da ferramenta GLASS.

“O nosso objetivo é liderar a sustentabilidade na nossa indústria. Portanto, ela está no centro de todas as nossas ações. O feedback positivo do mercado prova que este é o caminho certo. É, por isso, que, a longo prazo, estamos ansiosos por oferecer a GLASS não apenas para a indústria automóvel de revestimentos OEM, mas, também, para outras áreas de aplicação”, acrescenta Markus Piepenbrink, diretor de Sustentabilidade da BASF Coatings.

De referir que todas as informações sobre produtos avaliados através do método de cálculo da pegada de CO2 da BASF estão disponíveis e podem ser utilizadas na ferramenta GLASS da BASF Coatings.

“A TÜV Rheinland certificou que o método de cálculo da BASF e o relatório das pegadas de carbono do produto do início ao fim cumprem, integralmente, os requisitos do Protocolo de Gases com Efeito Estufa, dos padrões ISO relevantes, bem como da Together for Sustainability (TfS), como aliança pioneira da indústria química”, conclui a empresa.

Mais sobre a BASF aqui.

artigos relacionados

Últimas

Atualidade

Internacional