Skip to content

Soc. Com. C. Santos já tem novo Mercedes-AMG SL

Até dia 20 de maio, o histórico concessionário, em parceria com o Mercedes-Benz Club Portugal, reúne todas as gerações no showroom da Maia-Aeroporto. Uma exposição a não perder.
Check-up Media Mercedes-AMG SL

“A oitava geração do Mercedes-Benz SL (se considerarmos o 300 SL Gullwing como a primeira) já chegou à Soc. Com. C. Santos. Renascido como um AMG, o novo SL regressa às suas origens com uma capota clássica e um carácter ainda mais desportivo”, começa por salientar a histórico concessionário.

“Para apresentar um modelo que promete continuar a escrever a história do automóvel, até dia 20 de maio, de manhã, a Soc. Com. C. Santos reúne, em parceria com o Mercedes-Benz Club Portugal, todas as gerações no showroom da Maia-Aeroporto” revela.

Embora mantenha o espírito desportivo que sempre o caracterizou, o novo modelo é um luxuoso roadster 2+2 apropriado para uma utilização diária. E, pela primeira vez, está equipado com um sistema de tração integral. Praticamente há 70 anos, um veículo desportivo era apresentado em Estugarda tornando-se, imediatamente, numa lenda.

A visão de expandir o potencial da marca Mercedes-Benz através do desporto automóvel deu origem à produção do primeiro SL, um veículo de competição também com aptidão para circular na via pública. Logo após o seu lançamento, em 1952, o 300 SL (designação interna de W194) alcançou um sucesso nas pistas de corridas em todo o mundo.

“No seu primeiro ano, alcançou, entre outras, uma espetacular vitória com dobradinha na famosa prova de 24 Horas de Le Mans e conquistou até os quatro primeiros lugares na prova de Nürburgring Grand Jubilee Prize na categoria de veículos desportivos. Os seus sucessos rapidamente tornaram o SL numa lenda”, conta a Soc. Com. C. Santos.

O bem-sucedido modelo de competição foi seguido em 1954 pelo modelo desportivo de produção 300 SL (W198), que recebeu a designação de Gullwing (Asas de Gaivota) devido às suas portas invulgares de abertura para cima.

Em 1999, um júri composto por jornalistas da imprensa automóvel votou no modelo para ser eleito o “Automóvel Desportivo do Século XX”.

Check-up Media Soc. Com. C. Santos Mercedes-AMG SL

Outros destaques da história do modelo incluem o “Pagode” (W113, 1963-1971), o R107 (conhecido como Dallas), que foi fabricado durante 18 anos (1971-1989).

Também o seu sucessor, o R129, se destaca por ser considerado uma escultura automóvel devido ao seu atraente design. A sigla SL até hoje representou um dos poucos ícones automóveis genuínos no mundo.

Todas as gerações do SL são especiais. Até dia 20 de maio, de manhã, todas a gerações – exceção para o W198 Gullwing, um exemplar raro avaliado em cerca de dois milhões de euros, que apenas pôde ser apreciado na sexta-feira, dia da apresentação oficial – do Mercedes-Benz SL estarão em exposição (aberta ao público) na Soc. Com. C. Santos.

1954 – 1957

1.400 unidades

Baseado no 300 SL de competição, ficou conhecido com Asas de Gaivota (Gulllwing)

Estrutura tubular ligeira

Automóvel raro e muito valioso, foi considerado o “Automóvel Desportivo do Séc. XX”

1955 – 1963

25.881 unidades

Primeiro descapotável de produção da família SL

Automóvel rápido, mas que podia ser usado no dia a dia

Suspensão de última geração para conforto e segurança de elevado nível

1963 – 1971

48.912 unidades

Deve a alcunha de Pagode à forma côncava da capota

Primeiro SL com um corpo de segurança baseado no princípio de Béla Barényi, engenheiro reconhecido como pai da segurança passiva em automóveis

Primeiro SL com transmissão automática

1971 – 1989

62.888 unidades

18 anos de produção

Alcunha de Dallas devido à conhecida série de televisão

Mais seguro e ecológico (primeiro SL com catalisador)

1989 – 2001

204.940 unidades

Prémio internacional “Car Design Award” mostra excelente trabalho do estilista Bruno Sacco

Aerodinâmica apurada, com valores de cd de 0,32 com capota para cima e de 0,40 com capota para baixo

Inovadora barra automática de proteção em caso de capotamento é acionada em apenas 0,3 segundos (mesmo com a capota rígida fechada)

2001 – 2012

169.433 unidades

Chassis com Active Body Control (ABC)

Aerodinâmica com cd de 0,29 (veículo fechado)

Uso de componentes leves para maior eficiência energética

2012 – 2020

Números oficiais de produção ainda por divulgar

Apesar do volume maior, é até 140 kg mais leve do que o antecessor

Rigidez torcional 20% superior

Entrada HANDS FREE

A história continua

Renascido como um Mercedes-AMG

Regresso às origens com capota clássica

Pela primeira vez em 70 anos, disponível com tração integral

Os cerca de 700 m2 do stand das instalações-sede do concessionário Mercedes-Benz irão reunir mais de 70 anos de páginas de história de um dos mais marcantes automóveis.

A Soc. Com. C. Santos, em parceria com o Mercedes-Benz Club Portugal, clientes e parceiros, reúne, no showroom da Maia-Aeroporto, exemplares de todas as gerações do SL (informações no quadro acima) produzidas até à atualidade, desde a W198 (esta apenas até dia 14 de maio) até à mais recente, em pleno lançamento: R232.

Podem ser ainda apreciados exemplares das gerações W121 (190 SL), W113 (Pagode), R107, R230 e R231, que agora passa o testemunho à nova geração do SL, modelo renascido como um Mercedes-AMG, que regressa às suas origens com uma capota clássica e um carácter ainda mais desportivo.

Mais sobre a Soc. Com. C. Santos aqui.

liquimoly_300x150_m
Mewa
MF Pinto Import. export peças, S.A.
são jose Pneus
Autozitânia Bragalis
Aser aftermarket Automotive
Febi Bilstein
SWAG_300x150
Blueprint
QF-LDA Racing
Stratio
Dayco

 ÚLTIMAS 

Translate »