Skip to content

E se lhe dissermos que até no espaço a FUCHS lubrifica?

Concluída a integração da Nye Lubricants, a primeira missão espacial da FUCHS aconteceu em fevereiro de 2021, quando o Mars Perseverance Rover aterrou no planeta vermelho.
Check-up Media FUCHS Mars

“Richard Branson foi, Jeff Bezos também e Elon Musk já tem o bilhete no bolso. O espaço deixou de ser um destino reservado para missões estatais. Hoje, empresas privadas dentro e fora do setor aeroespacial apressam-se a explorar o grande desconhecido com satélites e naves espaciais. Sejam grandes, sejam pequenas, todas elas precisam de lubrificantes espaciais inovadores, lubrificantes 100% fiáveis. Até porque, no espaço, não há oficinas”, começa por afirmar a FUCHS, em comunicado.

“Neste mercado crescente, a FUCHS decidiu assumir a responsabilidade que se espera do maior fabricante independente de lubrificantes do mundo. Em 2020, adquiriu a Nye Lubricants, empresa líder em lubrificantes espaciais há mais de 65 anos”, acrescenta.

Nesse sentido, “concluída a integração, a primeira missão da FUCHS aconteceu já em fevereiro de 2021, quando o Mars Perseverance Rover aterrou em Marte e, com ele, o NyeBar Barrier Film. Esta película de barreira tem desempenhado um papel decisivo em Marte sob condições extremas: tem conseguido prevenir a migração de óleo para a câmara do mastro do Rover, essencial para obter imagens impecáveis”, revela.

Sem, contudo, entrar em órbita: “Para além de proteger a ótica, os lubrificantes para aplicações espaciais têm várias outras funções. Servem, por exemplo, para prolongar a vida útil, controlar o movimento e prevenir a contaminação”.

A formulação dos lubrificantes espaciais constitui um enorme desafio, devido ao ambiente agressivo do espaço. “Temperaturas extremas, condições de vácuo, baixa emissão de gases, baixa geração de partículas e longa vida útil são propriedades que devem ser tidas em conta na formulação de um lubrificante espacial para assegurar que os componentes funcionam de forma fiável durante toda a vida útil da aplicação”, explica Jason Galary, diretor de Investigação, Desenvolvimento e Inovação da Nye.

Check-up Media FUCHS outer space

“Importante é que as experiências no espaço trazem benefícios para a Terra. A informação recolhida nas missões espaciais pode ser uma mais-valia no desenvolvimento de lubrificantes para aplicações de semicondutores, que requerem, também, lubrificantes limpos, com baixa emissão de gases e resistentes a condições de vácuo”, pode ler-se no mesmo documento.

Mais sobre a FUCHS aqui.

Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade
SKF
Sonax
liquimoly_300x150_m
Febi Bilstein
Blueprint
SWAG_300x150

 ÚLTIMAS 

Translate »