Skip to content

“Temos contactos para e-commerce B2C. Dá logo vontade de iniciar um processo de venda”, diz Luís Santos

O administrador da solutions4yb (ou s4yb) não esconde que 2020 foi um ano “deveras duro”. Mas, em entrevista ao Check-up, garante que a empresa conseguiu apoiar os clientes e manter o dinamismo de sempre.
Luís Santos s4yb

Nada como estar preparado. Ninguém podia contar com a crise provocada por uma pandemia sem precedentes neste século. Mas as empresas que dispunham de bases sólidas e de uma estrutura ágil conseguiram manter o dinamismo e apoiar os seus parceiros durante este período mais negro.

A solutions4yb (ou, simplesmente, s4yb) é exemplo disso mesmo. Em conversa com o Check-up, Luís Santos, administrador da empresa, admite que o ano passado foi “deveras duro”. Mas, juntamente com o seu “braço direito de sempre”, Paulo Pereira, manteve firme a rota do sucesso. A estrutura para trabalhar remotamente estava, de resto, preparada há muito.

Qual é o balanço possível de fazer, num ano tão atípico como foi o de 2020? Complicado, certo?

O ano de 2020 foi deveras difícil, visto que estivemos confinados desde 15 de março. Faz quase um ano. Trabalhar em casa levanta outras dificuldades, uma vez que a família está toda presente, o que limita (e muito) a concentração.

É que, além das questões do trabalho, temos de manter a família com espírito positivo e ajudar nas tarefas domésticas.

Deixar de ter o contacto normal com os amigos e familiares pesa muito, porque, afinal, a vida não é só trabalho. Nós, na s4yb, trabalhamos com muito gosto. Quando vimos para o escritório, trazemos sempre um sorriso na cara.

Luís Santos e Paulo Pereira sorrir

Quanto a projetos, continuámos a ter clientes novos, mas estando em teletrabalho e sendo fácil para nós fazer reuniões via Zoom ou Teams (ou outro tipo de videoconferência), para os clientes, por vezes, não existe tanta facilidade com estas plataformas. Na s4yb, gostamos de visitar as empresas e de falar com as pessoas, cara a cara, para perceber bem as suas necessidades. Porque as empresas são as pessoas que as fazem.

Resumindo, como balanço do ano, é de realçar o desafio em termos pessoais de nos adaptarmos a tanta mudança, com efeitos positivos na união familiar. Em termos profissionais, o mercado também reagiu à situação de confinamento. Felizmente, conseguimos apoiar os clientes e manter a s4yb com muita dinâmica no mercado.

Luís Santos s4yb casaco
E como arrancou 2021? Já é possível perceber?

2021 arrancou da mesma forma do que 2020: novamente confinados. Temos mais alguns projetos com clientes novos, que, neste momento, estão em curso ou em fase de negociação e de aprovação.

Notamos somente o cansaço inerente ao tempo em confinamento, com a impossibilidade de estarmos com amigos, familiares e clientes, da forma como gostaríamos.

A pandemia veio acelerar a necessidade de investimento digital e tecnológico da parte das empresas? A s4yb sentiu essa mudança?

Nós estávamos preparados para trabalhar remotamente via VPN, visto que já tínhamos a estrutura criada.

Felizmente, estávamos preparados e realmente ajudou muito. Houve empresas que nos contactaram, de modo a criar um e-commerce e estar mais ativos nas redes sociais, o que vai ajudar, certamente, a aumentar as vendas, ou, pelo menos, a mostrar o que as empresas fazem.

Houve alguns clientes também que, derivado ao confinamento, apostaram em criar VPN nas empresas. Foi igualmente um negócio que registou algum crescimento.

A s4yb trabalha aplicações web para B2B e B2C. Qual destas áreas tem maior potencial de crescimento?

Pensamos que vai existir, cada vez mais, a necessidade de aplicações com área privada (B2B) e, sinceramente, acreditamos que haverá, tanto no setor do aftermarket como noutras áreas de negócio, um crescimento nas compras online para todos os clientes.

Temos recebido alguns contactos referentes a aplicações e-commerce B2C, que nos dá uma imagem da mudança e vontade de iniciar um processo de vender a todos.

Dentro da estrutura da empresa, que tipo de serviços e produtos destacaria para o setor automóvel?

O que fazemos é web design, SEO, desenvolvimentos web, interfaces com os ERP’s, PHC, Inforap, TRJ, ArtSoft, ActiveX, Golfinho Software e outros existentes no mercado.

Caso não tenhamos a interface que cumpre as necessidades dos clientes, desenvolvemos à medida. Estas interfaces permitem consultar, em tempo real, os ERP´s dos clientes, os preços e a disponibilidade dos artigos, bem como criar pedidos de encomendas ou pedidos de orçamentos.

Desenvolvemos, também, web services, de modo a agilizar a comunicação entre os websites e as bases de dados dos cientes.

Luís Santos Paulo Pereira corpo inteiro
Como tem evoluído o software s4yb Parts TecDoc Inside?

O software está em constante evolução. Cada cliente tem a sua necessidade e dá o seu input. Como tal, está cada vez mais personalizado.

Na solução B2B s4yb Parts TecDoc, é possível consultar peças de aftermarket para os automóveis e orçamentar ou encomendar peças registando as mesmas em tempo real no ERP empresarial.

O software s4yb Parts TecDoc consiste num plug-in desenhado para ser parte integrante com o WordPress. As suas principais funções vão desde a consulta de preços por cliente e de conta corrente, a pedidos e registos de encomendas e orçamentos. Mas muito mais do que isso: consulta de documentos não regularizados de clientes; de matrículas consultadas;de  gestão de devoluções e garantias; consulta rápidas aos artigos diretamente à base de dados dos clientes sem usar o TecDoc.

Mais: DASHBOARD cliente, onde mostra graficamente o fluxo de encomendas, orçamentos e pesquisas do cliente, por período, na sua totalidade ou por valor; permite ainda gerir os objetivos de compras do cliente – DASHBOARD de gestão, onde mostra graficamente o fluxo de encomendas por dia e o total de encomendas entre períodos; gestão de licenças AutoData e TecRmi e Haynes Pro.

E para completar: Bloqueio de users por IP; consulta de veículos por número TecDoc; procura de artigos não TecDoc; interface AutoData, Haynes Pro e TecRmi, ao efetuar o acesso o carro fica selecionado dentro da aplicação s4yb Parts TecDoc; consulta de artigos de parceiros AS Parts, MCoutinho e Autozitânia; reenvio de documentos de pedidos de orçamentos e encomendas.

E o S4yb Do-IT TecRMI?

A solução s4yb Do-It dispõe de três versões: consulta dados na aplicação AutoData, Haynes Pro e no TecRmi. O software s4yb Do-It é parte integrante do s4yb Parts, onde facilmente num clique, após ser escolhido o veículo desejado por matrícula ou por marca, versão e modelo, acede-se à aplicação e aos dados técnicos existentes da viatura.

O s4yb Do-It recolhe a informação técnica original dos fabricantes de automóveis disponibilizando a mesma de forma rápida e visual, de modo a tornar a informação técnica mais simples e intuitiva para as oficinas.

Pode dizer-se que são complementares?

As aplicações são complementares, de facto, visto que, ao adquirir o s4yb Parts, o s4yb Do-It faz parte integrante da solução B2B. As licenças tanto do AutoData como do Haynes Pro ou do TecRmi têm de ser adquiridas aos representantes das mesmas no mercado nacional.

Têm sido bem aceites pelo mercado?

As aplicações têm sido bem aceites, uma vez que são uma mais-valia para as empresas e uma ferramenta útil no desenvolvimento dos negócios.

A facilidade de personalização e adaptação da aplicação aos ERP’s existentes nas empresas dos clientes para uma consulta online, é sempre uma mais-valia bem aceite pelos clientes, que acreditamos ser um fator de diferenciação.

Como está a correr a área da consultoria?

Temos feito mais na área de SEO (Search Engine Optimization), vulgo criação de websites mais amigáveis para Google. Para que, quando fizermos uma pesquisa, as empresas apareçam nas primeiras páginas.

Luís Santos e Paulo Pereira sérios
Qual a estratégia da empresa para este ano?

Manter os produtos atuais e criar novos que possam ir ao encontro das necessidades dos clientes.

Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade
Fuchcs_865x175

 ÚLTIMAS 

Motul Classic Eighties and Nineties

Motul com aposta dupla na gama de óleos de motor

A Motul, marca especializada na formulação de lubrificantes para os setores automóvel e industrial, acaba de lançar dois novos óleos de motor: Classic Eighties 10W-40 e Classic Nineties 10W-30.

Translate »