Skip to content

A equação do ozono para eliminar a covid-19

Contra a ameaça da covid-19, existe um novo aliado das oficinas. Os geradores de ozono prometem uma higienização irrepreensível, num contexto em que muitos clientes temem deixar o veículo numa oficina.
Ozone equation

Aos poucos, os números da covid-19 começam a cair. Timidamente. Mas o caminho percorrido, até agora, mais de um ano passado sobre o início da pandemia, não permite alimentar grandes ilusões. O novo coronavírus permanecerá, entre nós, durante muito tempo. Não desaparecerá tão-pouco com a imunidade de grupo prevista para meados de agosto, segundo os especialistas.

Continuará, quando mais não seja, a “infetar” as nossas mentes. Porque se é verdade que o medo funcionou como forma de prevenção, também é expectável que continue a afetar a economia e mesmo atividades que continuaram a laborar, como as oficinas e casas de peças, por serem considerados “serviços essenciais”, à letra dos vários “estados de emergência”.

O pós-venda nacional não travou a fundo – como aconteceu com o comércio automóvel, por exemplo –, mas sentiu, na pele, todos os sintomas do novo coronavírus. Muitos clientes deixaram de ter condições para cuidar do automóvel, outros não tiveram essa necessidade por o terem estacionado à porta de casa. Muito poucos serviços não urgentes foram realizados. E muitos outros clientes, que até precisavam de um serviço oficinal, tiveram receio de que o veículo não fosse devidamente higienizado.

Purificador de ar

Água, sabão, álcool, panos e proteções de plástico para os bancos dos veículos? Sim, os métodos de desinfeção de um automóvel, em contexto profissional, continuam a contar com estes produtos basilares da limpeza. E estima-se que reduzem a 60% a possibilidade de contágio do novo coronavírus. Mas, com a crescente preocupação com a higienização dos veículos, existe um novo aliado a pairar no ar: o ozono, que promete ser o inimigo número um da covid-19.

As máquinas (geradores portáteis) de limpeza por ozono não são uma novidade. Foram concebidas, inicialmente, para eliminar os maus cheiros dos habitáculos (e não só) e para, de um modo geral, purificar o ar.

Door handle disinfection

Porém, com a pandemia da covi-19, estes geradores de ozono revelaram uma eficácia ímpar na desinfeção a nível molecular, muito embora existam alguns riscos a considerar. Mas vamos por partes. E comecemos pela sua eficácia na higienização.

Elimina (mesmo) a covid-19?

Os estudos sobre a eficácia da máquina de ozono na eliminação da covid-19 ainda decorrem. Sabe-se já que esta será maior consoante a dose e o tempo de exposição. Segundo uma equipa de investigadores chineses, citada pelo Jornal Chinês de Desinfeção, na Universidade de Wuhan (cidade onde o novo coronavírus terá começado, curiosamente), dá conta de que a solução de ozono em diferentes concentrações foi testada para a desativação dos vírus de Síndromes Respiratórios Agudos Graves (SARS).

“Os resultados provam que uma concentração elevada de 27.73 mg/l de ozono pode desativar o vírus SARS em quatro minutos. Concentração média (17.82 mg/l) e baixa (4.86 mg/l) podem, também, desativar os vírus SARS com diferentes velocidades e eficácia”, adiantam os especialistas chineses.

Para mãos profissionais

Mas o ozono não é uma solução para mãos inexperientes. Deve mesmo ser aplicada por profissionais. Desde logo, porque pode danificar o interior do veículo ou dos seus componentes. Exemplos? Descoloração de alguns materiais ou deterioração das borrachas das portas.

Mais perigoso ainda é funcionar com pessoas (ou animais) dentro do habitáculo, dado que tal poderá provocar sérios problemas respiratórios. Também por isso, depois de aplicada esta solução, recomenda-se que o veículo seja exposto ao ar livre e que seja ventilado durante horas.

A explicação é razoavelmente simples. O ozono é uma molécula com a fórmula química O3, composta por três átomos de oxigénio, sendo produzido, de forma natural, pela atmosfera terrestre. Contudo, é possível, através destes equipamentos, replicá-lo de forma artificial, recorrendo ao oxigénio normal que todos respiramos.

Siga os conselhos do mecânico da Pro4matic - Air Suspension Center

O ozono não é uma solução para mãos inexperientes. Deve ser aplicada por profissionais. Desde logo, porque pode danificar o interior do veículo ou os seus componentes. Exemplos? Descoloração de alguns materiais ou deterioração das borrachas das portas

Existem várias máquinas, para o efeito, com diferentes potências. Mas estes dispositivos funcionam através do ozono, um gás mais denso do que o oxigénio e que consegue neutralizar todas as moléculas com as quais entra em contacto: válido para odores ou para alguns elementos patogénicos. O problema? A covid-19 é ainda muito recente e ainda tem muito por explorar cientificamente.

Os geradores de ozono não devem ser usados por mais de duas horas, dependendo, naturalmente, da sua potência: entre 3.500 e os 6.000 mg/h não causará danos nos materiais com os quais entra em contacto.

De referir que os veículos devem estar com todos os vidros fechados, funcionando melhor a máquina quando colocada fora do veículo, com um tubo a enviar o gás para o interior, através de uma fresta da janela. E mesmo essa deve ser tapada, depois, com cartão e fita-cola para impedir que o ar ambiente entre no habitáculo ou que o ozono saia.

Secção patrocinada por empresas que apoiam jornalismo de qualidade

 ÚLTIMAS 

Check-up Media LIQUI MOLY KFS 12+

Cinco perguntas sobre anticongelantes

É um líquido fundamental para o bom funcionamento de um veículo e deve ser tratado como tal, procurando sempre produtos de elevada qualidade.

Check-up Media RPA DYS

DYS: a nova marca a chegar ao portefólio da RPA

Empresa aposta, assim, na diferenciação e na oferta global para ser tornar no parceiro ideal dos profissionais do ramo automóvel, fornecendo uma solução de qualidade que satisfaz todas as suas necessidades.

Check-up Media S. José Pneus new warehouse

É oficial: S. José Pneus tem novo armazém

Distribuidor sediado em Cantanhede dispõe de 32.000 m2 de área de armazenamento e de um stock diversificado: pneus ligeiros, SUV, comerciais, pesados, agrícolas e industriais.

Translate »